23.6.10

97



Eu acho que o leitor 97 é estrangeiro. O blog dele é de uma língua que eu não compreendo. Se ele se tornou o Ciclista de número 97, eu espero que de alguma forma ele esteja entendendo o meu... Vai entender?! :)

***

Hoje eu liguei para o Jorge Brasil. Um personagem querido que anda sumidinho daqui, mas nunca do meu pensamento e coração. Falamos bobagem, mesmo os dois estando super cansados. Você já ligou para alguém querido hoje? Pois o faça, porque o resultado é revigorante!

***

Por dois dias seguidos eu pego o ônibus e encontro a mesma passageira. E nem foi o rosto dela que me chamou atenção, para eu decorar a sua presença. O elemento marcante é a voz. Ela coloca o i-pod nas alturas e "sem perceber" começa a emitir grunhidos em forma de canção. Adoro essas pessoas que fazem do ônibus a extensão do seu universo particular... Qualquer dia vou levar as minhas pantufas de tigrão e vou me sentar ao lado dela. Tipo: tô em casa, não tá vendo?!

Mesma coisa de quem faz da rua o seu banheiro. Acho que gente assim pensa que o mundo é uma grande latrina a seu serviço. Voltando do almoço com o Moratelli, ele disse que queria comprar um pacotinho daqueles cocos caramelados, sabe? (comum no Rio). No que a gente vai se aproximando da banca, o vendedor, que também é o cozinheiro, dá a maior cusparada no chão. Adivinha se alguém comprou o pacotinho de cuspe?!

Bia Bug diz que os alunos dela pedem para ir até a lixeira cuspir. Heim!? Ela manda engolir. Mas vem cá: cuspir pra que?

***

Li que a Sandy disse que suas melhores composições acontecem quando ela está melancólica e que se alguém lesse seu caderno de poesias corria o risco de entrar em depressão. Idem. Me policio para não ser monotemática aqui.

***

Viciada: em queijo branco e ice tea leão de pêssego diet. Falar o nome da bebida já é quase uma malhação.

Enjoada: do "cantar" do grilo que mora na árvore em frente à janela da minha sala. À noite ele tem feito serenatas em dó maior.

Esperando: alguém ficar bom logo e me devolver o livro da Marilyn Monroe, que há mais de um mês vive no escuro de uma mochila.

Matutando: um jeito de organizar melhor o meu tempo e cuidar da minha saúde, que não anda lá essas coisas.

***

Se você fosse um bicho, qual deles seria e por que? Me fizeram mais ou menos essa pergunta e eu tô aqui quebrando a cabeça para saber a minha resposta. É uma pergunta complicada, porque por baixo da aparente superficialidade do questionamento, existe toda uma teoria complexa sobre quem você é. Ou não?

***

Uma palavra feia: urina

10 comentários:

Bia Bug disse...

Descobri o pq da depressão: ice tea de pêssego diet ninguém mereeeeeeeece!!

Bibi disse...

Não, menina, é aquele leão que a gente toma na Onça! Só que não é limão, é pêssego!

Dê Kelen disse...

ixe... esse ser '97' tb apareceu pra mim....um cadim estranho.hehe

Bibi disse...

Dek: Let it be :)

Josselene Marques disse...

Bibi:

Quantos temas em um único post... Na verdade, única é você, garota!
Abração e ótimo final de semana!

Abração.
Joss.

Bibi disse...

Joss: única é a vida da gente :)

Vivian Fernandez disse...

Por que sua saúde não anda lá essas coisas? Manda notícias. Bjs,

Bibi disse...

Vivi: Fase de check ups... Qdo vc vem ao Rio?

Josselene Marques disse...

Bibi:

Você tem razão, garota!
Ótimo final de semana!
Abração.
Joss.

Saulo disse...

Dizem que devemos perguntar três bichos diferentes, um de cada vez! O primeiro bicho tem características de como a pessoa gostaria de ser vista pelos outros; o segundo de como a pessoa acha que é vista pelos outros; o terceiro é como pessoa realmente se vê! Coisas de Freud! rsrs